Destinos Nacionais:

ARACAJÚ

SOBRE ARACAJÚ

DESCRITIVO
Aracaju é um município e capital do estado de Sergipe, no Brasil. Localiza-se no leste do estado, sendo cortada por rios como o Sergipe e o Poxim. De acordo com a estimativa de 2017, sua população é de 648 939 habitantes. Somando-se as populações dos municípios que formam a Grande Aracaju: Barra dos Coqueiros, Nossa Senhora do Socorro e São Cristóvão, o número passa para 938 550 habitantes. Apesar de ser a menos populosa das capitais nordestinas, sua localização perfaz como importante ponto estratégico enquanto centro urbano, econômico, cultural e político para o país.

É apontada como a capital com menor desigualdade do Nordeste Brasileiro[8], como a cidade com os hábitos de vida mais saudáveis do país, exemplo nacional na consideração de ciclovias nos projetos de deslocamento urbano e é considerada a segunda capital do país com menor índice de fumantes[9]. Está entre as capitais com os custos de vida mais reduzidos do país[10], tendo focado mais recentemente suas ações turísticas na criação de alojamentos coletivos, tais como os mundialmente conhecidos hostels.

As terras onde hoje se encontra Aracaju originaram-se de sesmarias doadas a Pero Gonçalves por volta do ano de 1602. No ano de 1699, tem-se notícia de um povoado surgido às margens do Rio Sergipe, próximo à região onde este deságua no mar, com o nome de Santo Antônio de Aracaju. Em 1757, Santo Antônio de Aracaju vivia sem maiores crescimentos e já era incluída como sítio da freguesia de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro do Tomar do Cotinguiba. No dia 2 de março de 1855, a Assembleia Legislativa da Província abriu sessão em uma das poucas casas existentes na Praia de Atalaia. Nesta sessão, tendo previamente analisado a situação em que se encontrava a província, Inácio Joaquim Barbosa, presidente da Província de Sergipe Del Rey, decidiu transferir a capital de Sergipe, que era São Cristóvão, para a cidade portuária que seria erguida ali. A decisão foi recebida com grande surpresa pelos presentes.


COMPRAS
Feira do Turista
À beira-mar, a Feira do Turista vende bijuterias, roupas, suvenires e peças de artesanato de materiais como cerâmica, madeira, tecido e pintura. Funciona diariamente, a partir das 16h.
Endereço: Praia de Atalaia.

Centro de Arte e Cultura de Sergipe
Os destaques deste centro são os trabalhos dos principais artistas do estado, como as esculturas de Beto Pezão e a renda irlandesa das artesãs da cidade de Divina Pastora. Além dos estandes de vendas, o espaço também abriga mostras temporárias. Funciona de segunda a sábado, das 9h às 21h; domingos e feriados, das 15h às 21h.
Endereço: Avenida Santos Dumont, s/nº, Atalaia.

Mercado Municipal
Antônio Franco Os preços populares do mercado são os destaques nas lojinhas, que oferecem de castanha de caju a peças de artesanato em cerâmica, passando por bordados, redes, rendas e objetos de palha. Em alguns boxes há música ao vivo. Ao seu lado fica o Mercado Thales Ferraz, que vende produtos semelhantes e tem uma ala dedicada à farinha de tapioca. Também vizinho, o Mercado Governador Albano Franco vende frutas regionais e apresenta os vários sabores da castanha de caju: torrada, com sal, com açúcar e com pimenta.
Funciona de segunda a sábado, das 8h às 18h, e aos domingos, das 8h às 11h30.
Endereço: Rua José do Prado Franco, s/nº, Centro.


PASSEIOS RECOMENDADOS
Cidades históricas de São Cristóvão e Laranjeiras
Este passeio é uma emocionante viagem ao tempo do Brasil Colônia. A bela Laranjeiras, cidade de 1594, mantém um preservado conjunto arquitetônico, engenhos de açúcar e o centro histórico tombado. O passeio inclui visitas ao Museu Afro, à Igreja Matriz, à Igreja Comandaroba e ao Centro de Artesanato. Após o almoço opcional, o cliente segue para São Cristóvão. Fundada em 1590, é a quarta cidade mais antiga do Brasil e a primeira capital de Sergipe. O passeio inclui visita ao Museu Sacro, com peças dos séculos 18 ao 20. Os ingressos dos museus são comprados na hora.

Praia de Atalaia
Localizada a 10 km do Centro, a Praia de Atalaia tem iluminação com 25 refletores dirigidos para o mar, equipamentos de ginástica, playgrounds, passarelas em direção ao mar, quadras de tênis e vôlei, praça de eventos e um complexo de bares e restaurantes. O badalado point da noite sergipana concentra hotéis e pousadas. Outro destaque é o Centro de Arte e Cultura de Sergipe. Seus 48 boxes exibem trabalhos artesanais, como as esculturas de Beto Pezão (com pés enormes), cerâmicas coloridas e a renda irlandesa feita pelas artesãs da cidade de Divina Pastora.

Cânion do Xingó
O majestoso Cânion do Xingó impressiona o cliente neste passeio de dia inteiro. O trajeto até a cidade de Canindé de São Francisco, a 213 km de Aracaju, é marcado pelo contraste entre as terras áridas da região e o projeto de irrigação Califórnia, com plantações de uva, acerola, maçã, quiabo e feijão. É surpreendente a chegada à Usina Hidrelétrica de Xingó, no Rio São Francisco, com o reservatório que forma os imensos cânions. É possível admirar esta beleza durante o passeio de catamarã pelas águas verdes do Velho Chico, entre paredões esculpidos. A embarcação ainda faz uma parada para banho em um atracadouro no meio do cânion. Na volta ao ponto de embarque, almoço no restaurante Karrancas, com pratos nordestinos.

Festas juninas
Em junho, as principais festas da cidade são o Forró Caju e o Arraiá do Povo, com shows de ídolos nacionais e cantores locais, quadrilhas e barracas de comidas típicas.

Mangue Seco
O cliente passa o dia em Mangue Seco, deslumbrante praia que foi cenário da novela “Tieta” e tem coqueiros, dunas e mar de águas calmas. Para chegar ao vilarejo, o visitante cruza um rio de escuna a partir do povoado de Porto Cavalo, a 75 km de Aracaju. Já em Mangue Seco, pode alugar um bugue para visitar as dunas, avistar coqueiros e descer na praia para tomar banho de mar.

Croa do Goré
A Croa do Goré é uma ilhota do Rio Vaza Barris, na divisa de Aracaju e São Cristóvão, que aparece apenas algumas horas por dia, durante a maré baixa. Chegar lá já é uma diversão, pois o acesso é por meio de um catamarã com serviço de bordo e muita música. Na Croa do Goré, a equipe do barco monta mesas e cadeiras e serve bebidas e porções opcionais. Após a parada na Croa do Goré, o passeio segue para a belíssima Ilha dos Namorados, onde é montada uma estrutura de lazer com tendas e redes na água, perfeitas para relaxar.

Foz do São Francisco
Este passeio revela o fascinante encontro entre o Velho Chico e o mar. São 140 km até Brejo Grande, onde o cliente embarca em um catamarã e navega até o ponto em que o rio São Francisco desemboca no Oceano Atlântico. É ali que acontece o lindo encontro das águas.

Praia do Saco
Neste passeio, o cliente tem o dia livre na belíssima Praia do Saco, pequena enseada a 76 km de Aracaju, no município de Estância, perto da divisa com a Bahia. A Praia do Saco até parece um cenário de cinema, com areia branca e fofa, mar calmo e cristalino, belos coqueiros e formações rochosas. Sua estrutura inclui duchas e quiosques.
FOTOS
CRÉDITOS
TEXTOS: Site Prefeitura / Wikipédia
FOTOS: Site Prefeitura / Wikipédia